Arquivo para categoria Resenhas

E lá se foram duas horas da minha vida

correndo(Elenco fugindo da bomba que é esse filme)

Depois de passar alguns bons anos ignorando totalmente a Saga Crepúsculo eu finalmente acabei indo ver um dos filmes. Um amigo conseguiu ingressos e eu não tinha nada melhor para fazer. Eu decidi escrever esse post, pois eu sou um cara rabugento e eu realmente gosto de falar mal das coisas. Eu poderia passar horas e horas listando os motivos de como eu um fã de horror e principalmente de historias de monstros simplesmente preferi ignorar a existência dessa serie, mas eu tenho coisas melhores para fazer tipo postar regulamente nesse blog (há há há), então em vez de reclamar dos “Vampiros” e “ Lobisomens”, ênfase nas aspas por obsequio, vou simplesmente escrever um pequeno texto sobre a coisa que mais me incomodou no filme, tirando os “Vampiros” e “Lobisomens” e o fato que esse filme ter saído de algo que é considerada uma “obra literária”. Leia o resto deste post »

Anúncios

,

Deixe um comentário

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada

The-Hobbit-Poster Aventuras são coisas incríveis que na maioria das vezes chega num momento não esperado, batendo a nossa porta e nos levando para o mundo.  Algumas vezes temos apenas o tempo certo para poder arrumar nossas malas e calçar um sapato confortável e em outras nem isso temos, acabamos por vestir a primeira coisa que aparece na nossa frente e cruzando a porta correndo rumo ao desconhecido. A aventura é o tema central O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (2012) o primeiro filme de uma trilogia que adapta o primeiro livro de J. R. R. Tolkien a nós levar para a Terra Media. Enquanto O Senhor dos Anéis trazia uma batalha épica entre o bem e o mal em O Hobbit temos algo menor, temos apenas a jornada fantástica de um pequeno ser aprendo que é maior do que esperava, mas isso não é ruim, muito pelo contrario.

Leia o resto deste post »

, ,

Deixe um comentário

The Dark Knight Rises o fim de uma Era não tão perfeito

 Antes de qualquer coisa eu gostei bastante de Rises, mas depois de ver o filme três vezes no cinema eu tenho que concordar com um amigo o filme esta muito longe da perfeição que a maioria clama. Não que o final da trilogia de Nolan seja um filme ruim, esta muito longe disso, mas depois de The Dark Knight ficaria difícil para Nolan se superar e em parte eu acredito que ele nem tentou, The Dark Knight Rises é um filme espetacular sim, mas o roteiro tem diversas falhas que atrapalham ele de ser algo maior.  Eu vou discutir a trama de forma bem especifica então para quem ainda não viu eu aconselho não ler esse texto.

Leia o resto deste post »

Deixe um comentário

Silent Hill Downpour

 Silent Hill Downpour

Desenvolvedora: Vatra Games

Publicadora: Konami

Gênero: Survivor-Horror

Modos de Jogo: Single Player

Plataforma: Ps3, Xbox 360 (Versão testada)

Eu tenho um carinho muito especial com a franquia Silent Hill, a serie é um dos maiores exemplos de como se criar um clima de horror perfeito que você pode encontrar por ai, não aquela coisa barata de quartos escuros com monstros pulando na sua cara que na primeira vez te da um susto, mas na decima já é previsível e chata.  Silent Hill sabe criar um clima de solidão e de verdadeiro terror como poucos, não só no universo dos jogos, mas também de filmes e livros. O grande truque de SH é usar a sua imaginação contra você, tudo que ele faz é da um pequeno empurrão, portas batendo, vultos correndo pelo corredor que você tem que seguir e então sua mente se prepara para o pior, você segue o seu caminho preparado e em muitos casos nada acontece e é nesse momento que você se encontra tenso e assustado como uma criança, num jogo de susto depois que o monstro pula do armário a adrenalina sobe para em seguida descer de novo, em um jogo como Silent Hill a tensão é constante. Leia o resto deste post »

, ,

Deixe um comentário

Resenha: O Corvo

 The Raven
EUA , 2012 – 110 minutos
Suspense

Direção:
James McTiegue

Roteiro:
Ben Livingston, Hannah Shakespeare

Elenco:
John Cusack, Alice Eve, Luke Evans, Brendan Gleeson, Kevin McNally

 

 

Assim como a critica dos Vingadores essa aqui esta sendo escrita por uma fã e não por um critico de cinema e como um grande fã do trabalho de Poe eu digo uma coisa O Corvo é decepcionante. Tirado isso do peito vamos seguir com a critica (levemente atrasada) do filme dirigido por James McTeigue aquele mesmo cara que destruiu uma das obras primas de Alan Moore (aquele velho bruxo que escreveu Watchmen), V de Vingança. Aqui temos uma tentativa de emular o sucesso dos últimos filmes de Sherlock “Tony Stark” Holmes, mas falha miseravelmente. Por um lado ele tenta ter um tom mais sombrio e violento que os filmes do detetive mais famoso da literatura, mas a historia não empolga e falta ao Poe do filme a mesma carisma do Holmes de Downey Jr. Leia o resto deste post »

,

2 Comentários

Resenha: Os Vingadores- The Avengers

  The Avengers
EUA , 2012 – 142 min.
Ação
Direção:
Joss Whedon
Roteiro:
Zak Penn, Joss Whedon
Elenco:
Robert Downey Jr., Chris Evans, Mark Ruffalo, Chris Hemsworth, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Tom Hiddleston, Clark Gregg, Cobie Smulders, Stellan Skarsgård, Samuel L. Jackson, Gwyneth Paltrow, Paul Bettany, Alexis Denisof, Tina Benko

Antes de me crucificarem eu vou explicar uma coisa simples eu sou um grande fã de HQs, eu li elas por toda a minha vida e pretendo continuar lendo ate o dia que morrer, por esse simples motivo Os Vingadores era o filme que eu mais esperava esse ano e por esse simples motivo essa resenha esta sendo escrita por um‘Fanboy” e não por um critico de cinema. Fruto de uma preparação do Marvel Studios que vinha desde o primeiro Homem de Ferro e a realização do sonho de 11 a cada 10 fãs da Marvel, a pergunta é o filme esta a altura do que era esperado? A resposta é não, ele simplesmente é muito mais do que isso.

Leia o resto deste post »

,

Deixe um comentário

Resenha: Paul McCartney On The Run Tour Live in Recife 21/04/2012

 

The Magical Mystery Tour is hoping to take you away.

Paul McCartney se tornou conhecido mundialmente por ser o líder dos Wings e também por ter sido um dos membros naquela banda que ninguém nunca ouviu falar, os Beatles. Com 71 anos de idade e 50 de carreira Paul é hoje literalmente uma lenda viva do Rock, ele e o resto do Fab Four são sem duvidas uns dos principais motivos da importância que o Rock and Roll tem hoje no mundo, então o que esperar do show do velhinho?  Magia, essa é a palavra que melhor define aquelas 3 horas em que Paul acompanhado de uma banda de apoio faz uma passagem pelos melhores hits da sua carreira solo, com os Wings e é claro com o Fab Four.

Leia o resto deste post »

1 comentário