Arquivo de maio \30\UTC 2012

Conto 09.8: O Escritor

Só Falta mais um. Esse foi o capitulo que eu tive mais trabalho de escrever, uma das sequencias dele foi idealizada junto com o conto e eu não tinha ideia de como eu ia escrever ela, no fim eu fiz, mas ainda acho que poderia ser melhor, depois de oito partes acho que não tenho mais muito o que dizer, então aproveitem o conto.

Leia o resto deste post »

,

Deixe um comentário

Conto 9.7: O Escritor

 Dois avisos importantes antes de você ler esse conto, primeiro esse é um conto em partes e já estou cansado de avisar que você deve ler às outras antes dessa aqui. Segundo, esse capitulo em particular contem cenas de nudez, então tirem as crianças do computador. A parte sete esta aqui e ela começa a ultima parte da historia, todos os caminhos para o final estão prontos, agora só faltam mais duas partes, já estou ficando com saudades de Angel Fall.

Leia o resto deste post »

,

Deixe um comentário

Além da Imaginação 02: As Mascaras

 

Você está prestes a entrar noutra dimensão, uma dimensão não apenas da visão e do som, mas da mente. Uma viagem à fantástica terra de imaginação. Próximo passo, Para além da Imaginação. Bem vindos ao segundo posto dessa seção, o episodio de hoje é chamado As Mascaras, nesse episodio um milionário na beira da morte passa uma ultima noite ao lado de sua odiosa família, mas ele guarda uma surpresa para eles, então venha se tiver coragem, pois agora você esta naquele lugar em que tudo pode acontecer, além da imaginação. Leia o resto deste post »

,

Deixe um comentário

Conto 9.6: O Escritor

 Lembrando mais uma vez que esse é um conto em partes, vá ler as primeiras antes de ler essa aqui. Quando eu escrevi essa primeira introdução o conto já foi finalizado, então eu posso afirmar com certeza que faltam mais três partes da historia do escritor, essa aqui serve para finalizar o segundo bloco da historia. Eu não vou falar muito sobre a escrita desse conto ainda, a ultima parte vai vir com minhas considerações finais, mas vale dizer que cada minuto da minha vida gasto com a historia de John valeu a pena, eu me diverti muito escrevendo essa historia, espero que você leitor esteja se divertindo lendo ela. Essa parte da uma pequena diminuída no ritmo da historia para segunda feira voltar explodindo tudo.

Leia o resto deste post »

,

Deixe um comentário

Conto 9.5: O Escritor

 Avisando mais uma vez, esse é um conto dividido em partes. Estou começando a ficar sem o que falar por aqui. Quando comecei a escrever esse conto eu sabia que algum momento a historia que John estaria escrevendo teria que estar ligada a historia e ela finalmente começa a se ligar com a historia nesse capitulo e eu gostei tanto da ideia que acho que no futuro irei rouba-la para mim. Para aqueles que estão curiosos o conto no final deve possuir nove partes, ou seja, se um ônibus não me acertar quando eu for atravessar a rua o conto deve ser finalizado na próxima sexta.

Leia o resto deste post »

,

Deixe um comentário

Conto 09.4: O Escritor

 Lembrando que esse é um conto em parte, eu aconselho fortemente você ler as três primeiras antes de vir ler essa aqui. Antes que me perguntem o nome das obras citadas de John foram tiradas da minha cabeça na hora de escrever e ate onde eu sei nenhuma delas existe, se existirem foi pura coincidência, só queria um nome genérico de historia de amor. Outra coisa inventada foi o quadro que John tem no escritório, não ele não foi baseado em nenhum quadro real, porem se existisse eu teria um pendurado na parede do meu quarto.

Leia o resto deste post »

,

Deixe um comentário

Conto 09.3: O Escritor

 Lembrando que esse é um conto em partes, você pode ler as duas primeiras aqui e aqui. Esse conto esta tomando proporções cada vez maiores, originalmente minha ideia era fazer ele em três capítulos, uma semana de posts no blog, mas ele acabou saindo do controle e se tornando algo muito maior, agora eu não tenho nem ideia de quantas partes ele vai ter no final. Agora voltando ao assunto do ultimo post, Angel Fall como já disse é a filha bastarda de quatro cidades, uma real como já comentei e três fictícias, sendo elas Twin Peaks da serie de mesmo nome, Bright Falls do jogo Alan Wake para Xbox 360 e PC e por fim mais não menos importante Silent Hill da franquia de jogos com o mesmo nome para diversos consoles.  Twin Peaks e Bright Falls serviram de base para a cidade em si, enquanto Sillent Hill ajudou com o conceito de uma cidade amaldiçoada. Existem obviamente diversas outras cidades que me servem de inspiração, como Jerusalem’s Lot de Stephen King, mas essas três são de certa formas as principais. Agora de votla a Angels Fall. Leia o resto deste post »

,

Deixe um comentário